quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Como o Blanka subiu a régua da beleza masculina nos anos 90 [Nonsense]

Share & Comment

Street Fighter foi um marco na história dos videogames: além de ter sido um sucesso de vendas, também influenciou grande parte dos jogos de luta da época e das décadas seguintes. Sua importância para o mundo dos games é enorme, mas não é o que estamos buscando discutir aqui. Todo mundo já falou disso! Até a Polygon (sim, até ela) fez um excelente artigo sobre isso!

Hoje, viemos falar DELE.




Sim, DELE.



O muso, o ídolo nacional, o maior orgulho brasileiro dos games depois do Allejo: Blanka.

Olhem esses mamilos! OLHEM!!!
SO FUCKING FABULOUS! Não há discussão. A pele verde em contraste com os pêlos laranja-fogo, o queixo projetado, as garras grossas, os caninos aparentes... Ninguém pensava que era possível existir tamanha beleza masculina. Ninguém conseguia imaginar uma composição tão sexy. Até hoje se discute como um humano conseguiu desenhar tamanha beldade.

Não deu outra: milhões de fãs desejavam Blanka. Mas, infelizmente, ele não existia fora do mundo dos games. Não existiam homens tão belos, tão imponentes quanto Jimmy (nome dele antes de se tornar verde e, portanto, maravilhoso).


É sério. Todos os galãs dos anos 80 pareciam muito bebês. Todos depiladinhos, sem barba, com a pele de cor normal... muito sem graça. No Brasil, tínhamos ISSO:

Não. Apenas não.

Nem nos "States" as pessoas conseguiriam encontrar um divo que chegasse perto. Tanto que os ditos galãs da época eram ESSES:

Tudo cara de juvenil.
Sim. Você está vendo certo. Os homens mais bonitos do mundo tinham cara de 15 anos. Tudo branco, rostinho fino e magrelo. Eu não sei o que essas pessoas tinham na cabeça, mas o padrão de beleza da época era horrível, vamos combinar.

Então o que acabou acontecendo? As pessoas, após se apaixonarem loucamente pelo Blanka em 1992 (data de lançamento do SF II), começaram a buscar o que mais se aproximasse de sua fisionomia perfeita. E foi aí que a coisa começou a mudar. Foi aí que os verdadeiros galãs, as verdadeiras belezas masculinas foram reconhecidas.

Now we are talking

Sim, não chegam nem perto do Blanka. Afinal, é impossível chegar na perfeição quando se é feito de carne e osso. Mas, como o próprio personagem, foi no Brasil que conseguimos os dois homens mais próximos de sua beldade:

O sensualíssimo Eduardo Moscovis...

O que é esse bigode senão uma dádiva?

... e talvez a pessoa que mais chegou perto da nossa paixão: Humberto FUCKING Martins.

Não dá. Simplesmente não dá.

E não devemos agradecer o Blanka por salvar nosso padrão de beleza masculina apenas nos anos 90. A página Galãs Feios (o "Feios", no caso, é ironia dos donos, já que todos eles são divinos), por exemplo, vive alimentando nossos corações com homens cada vez mais belos.

Outra coisa que foi ditada pelo "surgimento do Galã verde" foi a criação de Fanservice Masculino. Até aquela época, só existia Fanservice Feminino: enquanto as mulheres seguiam um padrão de beleza definido, os homens eram sempre "nhé", tudo magricelo, cabelinho escovado. Mas depois do Blanka que veio a "igualdade fansérvica":

No League of Legends, temos Ahri, Nidalee, Sona... mas temos também o Urgot e o Trundle!


No GTA, colocaram o divo do Trevor!



E a lista segue. Tanto que é muito mais difícil você achar personagens de videogame feios: Link, Dante, os protagonistas do RE, os homens do Tekken... acho que é isso. 

Enfim, a questão é: se você vê hoje um homem bonito no cinema, na TV ou no viodegame, agradeça ao Blanka.

Tags: , , ,
Logo Insira a ficha

Escrito por

Núcleo de jornalismo de tecnologia e games da Universidade Federal de Santa Catarina. Criado por estudantes, coordenado por estudantes e mal redigido por estudantes

Comente com o Facebook:

 

Receba nossas atualizações!

Contato

Fale com a gente pelo email insiraaficha@gmail.com para tirar dúvidas, relatar erros, dar sugestões, críticas e elogios!
Copyright © Insira a Ficha | Inspirado no Design de Templateism.com